Dúvidas Frequentes

Aqui, você encontra as respostas para as dúvidas mais recorrentes dos nossos clientes. Caso não encontre a solução de sua dúvida nesta seção, fale conosco

O que mudou na Implantodontia nos últimos anos e qual o rigor para produzir implantes atualmente?
Desenvolvidos a partir dos estudos do ortopedista sueco Dr. Branemark, os implantes osseointegráveis chegaram ao Brasil no final da década de 1980 e têm sido utilizados para melhorar a qualidade de vida de muitos pacientes em todos os continentes. Há mais de dez anos são fabricados no nosso país com tecnologia de última geração pela S.I.N., utilizando matéria prima importada dos Estados Unidos e com certificações de qualidade nacional e internacional emitidas pelas principais agências reguladoras como a ANVISA, CE (Comunidade Europeia) e FDA (EUA), entre outras. Este rigor regulatório atual associado a busca constante por novas tecnologias tem feito com que a indústria brasileira passasse a exportar os seus produtos para diversos continentes e ultrapassasse barreiras clínicas e científicas para tratamentos com alto nível de complexidade de maneira previsível e embasada cientificamente.
Como são produzidos os implantes da S.I.N.?
Nossos implantes são fabricados em titânio comercialmente puro de grau IV dentro de um rigoroso processo de qualidade, atendendo as normas ASTMF67. Este material possui excelentes características biológicas que garantem o seu sucesso clínico e segurança dos pacientes demonstrada através de estudos clínicos e científicos publicados nas revistas mais respeitadas mundialmente. Estas certificações de qualidade fizeram com que os produtos S.I.N. fossem exportados para diversos países como Chile, Colômbia, Portugal, Espanha e Itália, entre outros.
Por que utilizar os implantes da S.I.N.?
Os implantes da S.I.N. possuem importantes diferenciais que a tornaram a empresa que mais cresceu no mercado brasileiro nos últimos dez anos, sendo atualmente a segunda maior empresa do setor na América Latina e uma das maiores do mundo. Dentre estes diferenciais, podemos destacar a rastreabilidade da matéria prima (todos os produtos possuem registro individual e acompanhamento em todas as etapas produtivas até chegar ao consumidor final), inspeção de qualidade realizada em 100% dos implantes, sala limpa onde é realizado o tratamento de superfície e a embalagem final dos implantes que é referencial no seu segmento, investimento contínuo em pesquisa e desenvolvimento em parceria com as principais universidades do Brasil e exterior e suporte técnico contínuo para os profissionais do setor.
Quais as principais características, vantagens e benefícios dos implantes S.I.N.?
A S.I.N. busca de maneira contínua a inovação no seu portfólio de produtos focada na simplicidade de uso clínico, excelente custo-benefício e soluções clínicas que impactem positivamente a vida dos pacientes. Através do uso racional dos conhecimentos científicos tem sido possível disponibilizar para o mercado produtos como a linha de implantes e componentes protéticos Strong SW que, de maneira revolucionária, reúne diferentes tipos de acoplamento protético em uma mesma macrogeometria, simplificando o dia a dia dos profissionais e reduzindo custos.
Quais os limites atuais para a Implantodontia?
Atualmente existem implantes fabricados pela S.I.N. para as mais diversas situações clínicas, viabilizando o tratamento dos pacientes que apresentam perda de um ou mais dentes e casos de diferentes níveis de complexidade. Para todos os casos, entretanto, é fundamental uma avaliação individualizada com um cirurgião-dentista especialista em Implantodontia que poderá solicitar os exames laboratoriais, radiográficos e tomográficos específicos para cada caso e determinar o melhor tratamento a ser realizado. No portfólio de produtos S.I.N. existem produtos para situações clínicas específicas como pouca disponibilidade óssea mandibular, reabsorções severas de maxila, protocolos de carga imediata, entre outros.
Qual o prazo de validade dos implantes e componentes SIN?
O prazo de validade de nossos implantes e componentes protéticos é de 4 (quatro) anos a partir da data de esterilização. As embalagens dos produtos trazem informações detalhadas sobre a data de fabricação e número de lote que tornam possível rastrear cada produto produzido pela S.I.N., garantindo assim, não só a qualidade da fabricação, mas o acompanhamento longitudinal do sucesso clínico.
Qual o suporte oferecido pela S.I.N. em relação aos seus produtos?
A nossa empresa mantém a disposição dos clientes que utilizam instrumentos, implantes e componentes protéticos S.I.N., canais de comunicação para esclarecimento de dúvidas clínicas e suporte clínico para casos complexos. Este suporte pode ser realizado por telefone, e-mail ou presencial e tem por finalidade levar a empresa para dentro do consultório do Implantodontista. Os nossos consultores clínicos e científicos são especialistas, mestre e doutores em Implantodontia para garantir um suporte de qualidade e em tempo real para os profissionais em benefício dos seus pacientes. Com a sua rede de filiais em plena expansão, a S.I.N. conta com 12 filiais localizadas nas diversas regiões do Brasil, garantindo suporte logístico local diferenciado para os seus usuários.
Existe uma idade mínima e máxima para o paciente fazer implantes?
A idade mínima para fazer implantes é de 16 anos para as mulheres e 17 anos para os homens, em média, uma vez que é necessária uma avaliação individual de cada caso. Através de avaliação clínica detalhada, exames e radiografias específicas é possível determinar se o paciente já atingiu a idade adulta (término da fase de crescimento) e só a partir deste momento, a cirurgia deverá ser realizada. Em relação a idade máxima, não há limite, desde que o paciente apresente boa saúde geral e esteja apto a se submeter ao procedimento proposto. Exames laboratoriais, radiográficos, tomográficos e avaliação médica prévia são fundamentais para garantir a segurança do procedimento em pacientes com idades mais avançadas.
A S.I.N. possui implantes e componentes protéticos que possibilitem a realização plataforma switching?
Sim. A S.I.N. apresenta uma linha completa de componentes protéticos para as plataformas HE (hexágono externo), HI (hexágono interno) e CM (Cone Morse) que podem ser utilizados segundo o conceito de plataforma switching, onde o diâmetro do abutment é menor do que o diâmetro da plataforma do implante, melhorando a distribuição das forças oclusais e minimizando a reabsorção óssea cervical. Um dos principais exemplos é a linha de componentes protéticos 3.6 FIT para hexágono externo, exclusivo da S.I.N. e que, associada aos implantes da linha Strong SWHE possibilitam a utilização deste conceito para os implantes HE com diâmetro cervical de 4.1 mm.